Every Other Day - Capítulo 15



    Bethany parecia uma sombra de si mesma. Ela estava usando um vestido amarelo claro, desbotado e fora da estação. Sua pele pálida era marcada por contusões, e seu braço esquerdo estava em uma tipóia. O Cabelo vermelho pendurado em um rabo de cavalo , manco para um lado, e mesmo de longe pude ver uma qualidade lenta para o caminho que ela andava, a maneira como ela piscava. E Se tivessem drogado ela?Sem sequer querer, eu pisei fora das sombras. Comecei a se mover em direção a porta dupla na varanda da frente,mas antes de atravessar totalmente o gramado, Bethany seniu a minha presença.
      Ela olhou para mim, como se ela estivesse tentando ver por algum tipo de nevoeiro. Ela balançou. Sua boca se movia, mas eu não conseguia entender as palavras, até que cheguei mais perto.

     "Você está morta."  Fui até a varanda, com o cuidado de manter as costas para a vigilância."Eu vi você. Eu vi você morrer. Você está morta. "A primeira vez que ela falou, a voz de Betânia era monótona, mas no segundo tempo e o terceiro estava começando a soar mais como se estivesse chateada.  "Eu vi você. Você atravessou o pára-brisa. Você quebrou seu pescoço. Havia tanto sangue, e suas pernas... "

"Talvez você viu errado", Skylar sugeriu.

"Eu sei o que vi. Kali está morta, e eu sou louca. Eles me drogaram, e agora eu estou louca. Eles tinham medo que eu disesse a alguém. Eles sabiam que meu pai não poderia me manter aqui para sempre, então eles me tornaram louca.  "

"Você não é louca", eu disse calmamente. "Você deve ter apenas coisas misturadas no acidente. Eu estava sangrando, mas eles eram cortes superficiais. Quando acordei, você tinha ido. Eu estava preocupada, por isso vim aqui. "

"Eu acho que eu saberia se você não estivesse morta", Bethany se partiu."E, sem ofensa, mas eu tenho certeza que eu sou mais qualificada para dizer se eu sou louca do que você é. "   Eu não poderia dizer se Bethany estava à beira da histeria ou me lendo no ato de motim. Skylar deve ter ido para a interpretação "histérica", porque Skyler acabou pegando e batendo do outro lado sua face.
     Bethany piscou.

 "Você acabou de me bater?", Ela perguntou com um tom avermelhado colorindo um dos lados do seu rosto.  Skylar levantou ambas as mãos com as palmas para cima.

 "Eu venho em paz! "

"Você não vem em paz. Você bateu em mim. "

"Eu bati em paz!"   Sentindo que esta poderia se transformar em uma briga de vale tudo muito rapidamente, levei o assunto em minhas próprias mãos, literalmente.
   Eu  me adiantei e coloquei a palma da mão no ombro direito de Bethany.

"Eu disse que eu estaria bem, e eu estou bem", eu disse suavemente.  Eu podia ver as rodas girando na cabeça de Bethany, vê-la querendo acreditar em mim."Você está bem?" Eu perguntei a ela.  Bethany encolheu os ombros do meu toque.

 "Eu estou bem."

"Não, você não está", Skylar saltou. "Alguém drogou você, e seu pai esta te mantendo trancada em sua próprio casa. Isso não é bom. "

"O que ela ainda está fazendo aqui?" Bethany dirigiu a pergunta para mim, e eu levei isso como evidência de que ela tinha muito menos certeza de que eu era uma alucinação do que ela tinho tido um momento antes. Skylar não esperou por mim para responder as perguntas de Bethany, ela pulou direito em si mesma.

 "Alguém está vendo você,Betânia. Eles estão atrás de Kali. E eu não consigo afastar a idéia de que este é maior, que há algo mais, alguém.... "Skylar franziu a testa. "Pessoas más estão fazendo coisas ruins. As pessoas boas fazem coisas ruins, também. Eu tenho que estar aqui. Eu tenho que ajudar. "Skylar piscou, e seus olhos ficaram fechados por uma fração de um segundo a mais do que deveriam. "Isto é".Ela parecia ... triste. Teimosa, determinada, e triste.

"Isso é o quê?" Eu perguntei, imaginando quantas vezes eu usei a mesma expressão no meu rosto e que exatamente tinha sido colocado sobre a dela.

"Ele", Skylar disse simplesmente.

 "Este é ele."Bethany bufou. "Porque o que realmente apaga as coisas."Skylar sorriu, mas a expressão só assumiu metade de seu rosto.

 "Dê-lhe alguns dias", disse ela, "e ele vai."   Eu não tinha idéia do que ela estava falando, mas para piorar ou melhorar no momento, eu tinha peixes maiores para fritar. Eu vim aqui como o propósito de um plano para rastrear Bethany, mas parecia que eu não ia precisar de dois planos,  em vez  de quatro. Em vez disso, eu precisava descobrir o que Bethany sabia,do que ela se lembrava.
    Além do fato de que eu deveria estar morta.

   "Podemos entrar?" Eu perguntei.  Bethany plantou seu corpo firmemente na frente da porta aberta.

"Meu pai poderia voltar para casa a qualquer segundo. Você não deveria estar aqui quando ele voltar. "

"Então poderemos ir para outro lugar?" Eu dei-lhe um olhar."Nós precisamos conversar."

"Eu não posso sair", Bethany respondeu sem hesitação. "Eles vão saber . Meu pai disse que tudo ia ficar bem. Ele disse que ia cuidar dela, mas eu tenho que ficar aqui. "Havia algo em seus olhos quando ela falou sobre seu pai , não era exatamente raiva, ou medo.

"Por que você não vai á polícia?" Eu não quis fazer as palavras sairem da minha boca como uma vantagem para elas, mas fiz. Bethany havia me deixado na beira da estrada. Talvez ela não tivesse tido uma escolha. Talvez eles forçaram-na a ir, mas ela me deixou quebrada e sangrando no chão e não tinha levantado a mão contra as pessoas que me faziam mal.

"Você já estava morta!"A veemência das palavras de Bethany me pegou de surpresa."Você estava morta e foi culpa minha. Eu era a única dirigindo. Eu era a única que foi mordida. Eu não pude, não posso fazer isso de novo. "   Mais uma vez?  

  "Não havia nada que eu pudesse fazer por você, Kali."

"Mas havia algo que você poderia fazer outra coisa para alguém. "Skylar inclinou a cabeça de um lado para o outro e em seguida, novamente, olhando fixamente para as linhas do rosto de Bethany.   "Alguém que você ama."  Os Olhos de Bethany endureceram,  e ela voltou para a casa, pronta para bater a porta na nossa cara. Infelizmente ,para ela, eu era rápida. Muito rápida. Mais rápida do que eu teria sido dois dias antes.

      - Há alguns benefícios por ser mordida.

    Quando as palavras de Zev ecoaram na minha cabeça, eu percebi que estava em pé perto de Bethany, muito perto. Quão rápido seu coração estava batendo. Como a coisa dentro de mim estava com fome. Eu era rápida e forte , mais do que eu tinha estado dois dias antes e o chupacabra queria sangue.Vinte e um horas e nove minutos.

"Você não pode entrar", retrucou Bethany, trazendo-me de volta ao presente.

"As evidências sugerem o contrário", Skylar comentou, após a minha liderança e entrei na casa.

"Saia".

"Não". Skylar sorriu. "Eu quero ver Château Davis.Você está namorando meu irmão por seis meses, e você tem roubado meus tampões duas vezes. O mínimo que você pode fazer é dar-me um passeio. "

"Skylar," Bethany disse, a voz embargada. "Por favor, tanto de você, basta sair. "

"Bethany?"Eu meio que esperava correr para o pai de Bethany, mas em vez disso,a voz que tinha emitido uma consulta era claramente feminina.

"Vocês precisam ir", disse Bethany, novamente, sua voz baixa e urgente.

"Bethany, querida", a voz chamou do outro quarto,"Você já viu Tyler?" Bethany se encolheu. Um momento depois, seu rosto era um espaço em branco numa tela plana, e ilegível. Ela estampou em um sorriso evirou-se, assim quandk uma mulher usando sapatos de salto e um roupão  branco de seda entrou na sala. Ela tinha longos, ondulados cabelos que se dividia entre loirk e vermelho. Seus olhos estavam arregalados, seu sorriso convidativo.

"Oh, querida", disse ela. "Eu não sabia que tinha convidadas Bethie. "

"Elas estavam saindo", disse Bethany.

"Não seja boba, querida. Eles devem ficar pelo menos para o café da manhã. Você já viu o seu irmão? É dia de omelete, e você sabe como ele se sente sobre isso. "Bethany se levantou um pouco mais reta, e seu rosto suavizou.

 "Ok, mãe. Okay. "Eu não tinha certeza do que Bethany estava dizendo "tudo bem", mas pareceu satisfazer a mãe, que passou a mão alisando sobre o manto de seda branca.

"Eu deveria me vestir", disse ela distraidamente."Algo não está certo."

"Está tudo bem", disse Bethany. "Eu prometo". Sua mãe balançou a cabeça, e um segundo depois ela se foi,deixando de nós três no hall de entrada, em silêncio, o ar espesso como todas as coisas que não estavam dizendo.

"Ela é quem você está ajudando", disse Skylar. "Sua mãe. O que seu pai disse que ele faria para ela se você mantevesse a sua boca fechada sobre o que aconteceu fora na estrada esta manhã? "Na minha mente, eu reformulei a questão de  Skylar-o que eles disseram que ele faria a sua mãe se você não fizesse?

"Não é nada de seu negócio", disse Bethany, sua voz baixa e cheio de aviso. "Você nunca viu. Ela está bem. "Eu não conseguia tirar os olhos da Sra. Davis, o tom de sua voz. Eu a tinha visto antes, na universida de funções. Ela parecia bem.Normal.Como Bethany, só que mais velha.O que há de errado com ela? Gostaria de saber, mas que não era ot ipo de pergunta que você faz em voz alta. Então, ao invés, perguntei outra coisa.

 "Quem é Tyler?"









Nenhum comentário:

Postar um comentário

* . Comente aqui o que você achou da postagem , se gostar vire seguidor do blog. * sua presença é muito importante.